Favoritos para a Volta da Espanha 2018

Compartilhe:

A última Grande Volta está prestes a iniciar, mas em quem você apostaria seu dinheiro?

A Volta da Espanha é sempre uma corrida diferenciada, muito menos controlada e geralmente com grandes alternâncias entre os Atletas.

O atual campeão Chris Froome não vai largar na corrida, após conquistar o Giro d’Italia e ficar em terceiro lugar no Tour de France atrás do companheiro Geraint Thomas e de Tom Dumoulin, então temos a certeza de um novo Campeão na Espanha em setembro.

Links Volta da Espanha ao Vivo pela Internet

Richie Porte (BMC Racing)

É disparadamente o favorito nas casas de apostas, mesmo sem ter vencido uma Grande Volta em sua carreira.

Largou no Tour de France muito bem cotado, mas uma queda e uma fratura na clavícula o impediram de prosseguir na batalha.

foto : Yuzuru SUNADA

De longe é o melhor no contra relógio dentre os candidatos a vencer na Classificação Geral, Porte será o favorito para obter ganhos significativos no contra-relógio de 32 km na etapa 16.

Simon Yates (Mitchelton-Scott)

O britânico Simon Yates teve o melhor período de sua carreira no Giro da Italia em maio, vestindo a camisa rosa da etapa 7 até a etapa 18 e ainda conquistou três vitórias em etapas.

foto : Yuzuru SUNADA

Yates deverá se aproveitar das NOVE chegadas ao alto dessa Volta da Espanha para conseguir abrir sua vantagem em relação aos “Contenders”.

Nairo Quintana e Alejandro Valverde (Movistar)

Respectivamente são o Terceiro e Quarto favoritos nas casas de aposta, ambos já venceram a Volta da Espanha em 2016 e 2009.

Veja também:  Peter Sagan – Conheça o Ciclista Mais Completo da Atualidade

Não fizeram uma boa temporada nas Grandes Voltas, mas com a experiência podem chegar na última semana com boa vantagem na briga com os rivais.

Miguel Angel Lopez (Astana)

Depois de ficar em terceiro lugar no Giro da Itália, o colombiano Lopez espera conseguir uma vitória em Grande Volta, principalmente por ser uma corrida que o fez se sair bem no ano passado, terminando em oitavo no geral e conquistando duas vitórias impressionantes nas montanhas.

foto : Yuzuru SUNADA

Lopez não é fã de contra-relógio, mas a falta de um Froome ou Dumoulin diminui o prejuízo da etapa 16 (TT de 32km), fazendo o Colombiano ser uma boa aposta para pelo menos chegar ao pódio.

Fabio Aru (UAE Team Emirates)

Depois de um Giro desastroso, Aru teve uma lenta reintrodução nas corridas no Tour de Wallonie e no Tour of Poland antes de chegar na Volta da Espanha. Terá a excelente ajuda de Dan Martin como escudeiro.

foto : Yuzuru SUNADA

O vencedor da “Vuelta” em 2015, o italiano ainda tenta repetir esse resultado em outra Grande Volta, mas tem lutado para viver de acordo com as expectativas nos últimos eventos.

Outros que não podem ser esquecidos

Há um grande número de possíveis vencedores na Volta da Espanha deste ano, com alguns atletas indicando que podem não estar olhando para um pódio, graças às ultimas batalhas.
Vicenzo Nibali (Bahrein Merida) é um deles, após queda e lesão na vértebra no Tour de France declarou que não consegue alcançar um pódio na Espanha, mas que tentará vencer algumas Etapas.

Rigoberto Uran (EF education First-Drapac) abandonou o Tour de france, mas chega com grandes chances de rivalizar na Espanha, outro que pode surpreender é Wilco Kelderman (Belkin Pro Cycling).

Veja também:  Quintana se Diz Feliz com Landa na Movistar

O francês Thibaut Pinot (Groupama-FDJ) retorna às corridas de Grandes Voltas com boas probabilidades, alguns outros nomes que também aparecem bem nas casas de apostas são:

Emanuel Buchmann (Bora-Hansgrohe) e David de la Cruz (Team Sky), e Ilnur Zakarin (Katusha- Alpecin) e George Bennett (LottoNL-Jumbo), o companheiro de equipe de Bennett, Steven Kruijswijk, quinto no Tour de France e Michal Kwiatkowski (Team Sky).

 

Compartilhe: